Cartão de débito biométrico

Cartão de débito biométrico, microchip e pague com as mãos! Já imaginou colocar um microchip na mão para funcionar como um cartão de débito biométrico? Você vê.

Você já imaginou instalar um microchip em sua mão que funciona como um cartão de débito biométrico? Durante a pandemia, a necessidade de manter o distanciamento social e o aumento dos pedidos de delivery estimularam o desenvolvimento de formas diferentes e modernas de pagamento.

Anuncios

Além de Pix, QR codes, smartwatches e pulseiras que autorizam o pagamento sem contato a se tornarem parte de sua vida cotidiana. Mas você dificilmente poderia imaginar fazer uma modificação corporal que permitiria usar suas mãos para pagar por meio de um microchip.

Bem, você sabia que muitas pessoas já pensou nessa ideia do Cartão de débito biométrico?

Por que implantar um chip no corpo?

Na verdade, a empresa anglo-polonesa Walletmor desenvolveu um aparelho eficiente e foi uma das primeiras a oferecer a possibilidade de implantação de microchips comercialmente. Até agora, a empresa afirma ter vendido mais de 500 chips.

Anuncios

A empresa também compartilha que o microchip foi avaliado e aprovado pelas agências reguladoras. Além disso, é tão considerado seguro para implantação no corpo humano e não requer configuração. Ou seja, funciona desde o momento da implementação.

Segundo o presidente e fundador da empresa, Wojtek Paprota, o objetivo dos dispositivos é oferecer liberdade ao usuário. No Por outro lado, com ou seja, em qualquer lugar do mundo, de uma cafeteria no Japão a um cinema em São Paulo, a pessoa pode pagar sem precisar de cartão físico, apenas uma máquina que aceita pagamento aproximado.

A ideia do Cartão de débito biométrico vai pegar?

Usar eletrônicos sob a pele na verdade não é novidade. Na verdade, a prática é conhecida desde a década de 1990. Além disso, em uma pesquisa realizada na Inglaterra e na União Europeia em 2021, mais da metade dos 4.000 entrevistados disseram que implementariam um microchip para pagamentos sem contato.

Nos últimos anos, Patrick Paumen tem sido um dos maiores defensores do microchip para pagamentos. O técnico já tem outros dispositivos eletrônicos em seu corpo, incluindo ímãs que ele pode usar para abrir portas. Paumen usa o microchip desde 2019 e afirma que o procedimento é rápido e indolor.

Bem, parece que o futuro tecnológico já começou, e implantar microchips para pagamentos aproximando as mãos parece ser algo estar fazendo isso cada vez mais frequentemente no mundo exterior. Então, é bom se perguntar se você aceitaria carregar um pequeno dispositivo, quase do tamanho de um grão de arroz, em seu corpo e transferir dados em instalações comerciais.

Veja mais artigos:

You May Also Like