Dinheiro esquecido? Apenas 8% dos valores foram resgatados. veja!

Dinheiro esquecido: apenas 8% dos valores foram resgatados; Saiba como recuperar

A frustração com os baixos valores encontrados no SRV (Banco Central Value Claims Scheme) se refletiu no número de saques, com apenas R$ 321 milhões do 3º trimestre R$ ,9 bilhões sacados esquecido pelo contribuinte. Os dados incluem resgates realizados até o último dia 16 de abril, segundo a Autoridade Monetária.

Anuncios

Dinheiro esquecido

O valor resgatado representa apenas 8,2% do valor disponível na primeira fase. Do total de saques, R$ 306 milhões foram feitos por pessoas físicas. O restante (R$ 15 milhões) de pessoas jurídicas.

O SRV foi lançado em 24 de janeiro para descobrir ativos abandonados em instituições financeiras. No primeiro dia de operação, o sistema foi desligado devido à alta demanda.

Dinheiro esquecido

A plataforma só voltou a operar normalmente no dia 14 de fevereiro. Estima-se que R$ 8 bilhões serão esquecidos nos meses de fevereiro e maio deste ano, a serem liberados em duas fases.

Anuncios

Nova fase
Neste mês de maio haverá nova rodada de consultas com outros 4, R$ 1 bilhão disponíveis. Na segunda etapa, são incluídas as seguintes fontes de crédito remanescente:

Dinheiro esquecido

• cobranças indevidas de taxas ou obrigações de crédito não previstas no período do compromisso;

• contas pré-pagas e pós-pagas encerradas e com recursos disponíveis;

• contas encerradas com corretoras e distribuidoras de valores mobiliários;

• outras situações que levem à devolução de valores reconhecidos pelas instituições financeiras.

Além dos valores residuais nos bancos, os cidadãos podem ter outras fontes de dinheiro esquecido, como o público cotas de fundos, verificação de benefícios previdenciários, restituição de imposto de renda de malha fina e até pequenos ganhos de loteria.

Dinheiro esquecido

Confira o procedimento passo a passo para sacar o dinheiro abaixo*100011 *Passo 1

Entre no site valorareceber. bcb.gov.br na data e prazo de reflexão comunicados na primeira consulta. Quem esqueceu a data pode repetir o processo sem ter que esperar o dia 7 de março.

Passo 2

Faça login com sua conta Gov.br (Prata – ou nível ouro). Caso o cidadão ainda não possua conta nesse nível, ele deve se cadastrar no site ou aplicativo Gov.br ou aumentar o nível de segurança (no caso de contas Bronze). O BC aconselha o correntista a não sair da conta para criar a conta e ajustar o nível no dia do pagamento programado.

Dinheiro esquecido

Passo 3

Leia e aceite o aviso legal.

Passo 4

Verifique o valor a ser recebido, a instituição que deve reembolsar o valor e a origem (tipo) do o valor a receber. O sistema pode fornecer informações adicionais, se necessário. Na primeira etapa da consulta, foi informada apenas a existência de sinistros sem maiores detalhes.

Dinheiro esquecido

Passo 5

Clique na opção apresentada pelo sistema:

Aqui pedido: reembolsar o valor no prazo de 12 dias úteis via Pix. O usuário deve selecionar uma das teclas Pix e fornecer informações pessoais e salvar o número de registro caso precise entrar em contato com a instituição.

Consulta via instituição: A instituição financeira não oferece devolução pelo Pix. O usuário deve entrar em contato com o telefone ou e-mail fornecido para combinar a forma de saque com a instituição: Transferência Eletrônica de Fundos Disponível (TED) ou Documento de Crédito (DOC).

Dinheiro esquecido

Importante: Na tela de informações dos valores da reclamação o cidadão deve clicar no nome da instituição para consultar os canais de atendimento.

 

Veja mais artigos como esse:

You May Also Like