Medo de impostos no Brasil! Dados mostram 50% dos gastos corporativos com tributos no setor elétrico, saiba mais

Um relatório produzido pela pesquisa Estatísticas do Caribe em 2021, mostra que os tributos no Brasil são até cinco vezes maiores do que os de outros países vizinhos que compartilham a mesmo IDH e inflação.

Os brasileiros reclamam porque não veem o impacto de tantos impostos.

Anuncios

Em nosso país, você paga comida, salário, bebida, gasolina e até compra de carro. E, segundo especialistas, é a tributação excessiva pelas receitas federais que torna ainda mais complexa a situação do setor elétrico no Brasil.

 

Tributos no setor elétrico

Instituto Acende Brasil, estima-se que os impostos cobrados no setor elétrico em nosso país representem pelo menos 50% dos gastos totais que as marcas têm para fabricar seus produtos.

Essa tributação excessiva faz com que a entrada de carros desse tipo de tecnologia ainda mais retardada: não há incentivo de receita para mais sustentabilidade e praticidade no transporte, assim como a redução das emissões de carbono, uma das principais causas do efeito estufa.

Anuncios

Setor de carros elétricos é uma forma de recomeçar a economia , mas está bloqueado por todos os lados R$ 40 0 ​​bilhões no setor elétrico.

Isso significa que as empresas pagariam altos impostos pela produção com base apenas na energia utilizada, o que teria um efeito diferente no orçamento do consumidor do que no caso da inflação crescente.

 

Revisão de tributos

Dessa forma, um corte/revisão de impostos pode ser crucial para a recuperação da economia brasileira em 2022.

Isso é ainda mais verdadeiro neste cenário de recuperação pós-pandemia, onde a ANIP estima que os negócios crescerão apenas 1,4%.

Do ano passado até abril de 2022, em suas duas semanas, foi decretada a cobrança da tarifa de escassez que cobraria um valor adicional além do valor gasto no final do mês.

Enquanto isso, a energia solar sustentável ainda é cara para muitas famílias: o investimento para uma casa para quatro pessoas está estimado em cerca de R$ 30.000.

 

O preço da eletricidade é assustador – e os tributos recaem principalmente sobre essa fatia

Lucas Ribeiro, CEO da ROIT, diz que o nível de custos de energia elétrica é um dos fatores que impulsionam os preços para o consumidor, desde a confecção de roupas até a conservação de alimentos nos mercados.

Segundo ele, hoje em dia são vários os impostos que incidem sobre a transmissão de energia até que cheguem em nossa casa produtos considerados fundamentais.

Segundo o especialista Ribeiro, estima-se mais de 2 bilhões de cenários tributários possíveis para o Brasil.

Como tal, pode ser praticamente impossível ter uma discussão mais aprofundada de cada um deles. Outro aspecto é que estudar cada um dos órgãos arrecadadores que temos em nosso país exige tempo e investimento, o que é um longo caminho.

 

Veja mais artigos como esse :

You May Also Like