Novo auxílio de 65 reais. saiba se você tem direito

Novo auxílio de 65 reais Atenção trabalhadores! O presidente Jair Bolsonaro anunciou a criação de um novo auxílio emergencial no valor de R$ 65. O governo já publicou informações sobre esse novo projeto no Diário Oficial (DOU).

O programa está começando a se firmar porque já se tornou uma diretriz normativa. No momento a secretaria está catalogando quem são as beneficiárias. Segundo dados oficiais, devem ser feitas mensalidades de R$ 65 para gestantes que estejam no CadÚnico ou em programas sociais existentes.

Anuncios

Em princípio, o governo não solicitará admissão a este programa. O que se sabe é que vão analisar dados do CadÚnico e em especial do Auxílio Brasil para saber quem são as pessoas que podem receber esse dinheiro de R$ 65 por mês.

Novo auxílio de 65 reais

O nome desse novo projeto é Benefício Composição Grávida (BCG). A ideia é que passe a integrar os programas internos que fazem parte do Auxílio Brasil. Como se sabe, o governo está pagando uma série de sobretaxas a certas famílias que, em tese, precisam do dinheiro com mais urgência.

Então é como se o fato de uma família ter uma esposa grávida lhe desse o direito de receber R$ 65 a mais até o nascimento da criança. Se várias gestantes moram no mesmo domicílio, ambas recebem o novo benefício. Não há limite de transferências para a mesma unidade familiar.

Anuncios
Novo auxílio de 65 reais
Novo auxílio de 65 reais
fonte google

Pagamentos
O governo afirma que cada gestante receberá este projeto por um período de nove meses. E isso independentemente do período de gravidez em que ela começou a receber esse dinheiro em questão.

Novo auxílio de 65 reais

Porém, se a mesma cidadã engravidar novamente após esses 12 meses, ela terá direito ao benefício novamente. Pelo menos é o que o Ministério da Cidadania está explicando agora.

Análise do apoio
Vale lembrar que uma mulher que engravida não precisa necessariamente denunciar ao CadÚnico. Mas quem recebe o Auxílio Brasil deve fazer o pré-natal regular para não perder o benefício. É exatamente por isso que o Governo Federal precisará da ajuda do Ministério da Cidadania. Esta é a pasta que absolutamente precisa saber quem são as futuras mães do Brasil neste momento. Pelo menos essa é a ideia.

O Governo Federal ainda não deu maiores detalhes sobre esses pagamentos. Mas é provável que o façam nos próximos dias. Para as grávidas, a única saída é esperar e ver o que acontece a partir de agora.

Veja mais artigos como esse Novo auxílio de 65 reais:

You May Also Like