O Pis/Pasep tem calendário para quem trabalhou em 2021? ver notícia

O Pis/Pasep tem calendário para quem trabalhou em 2021? ver notícia. O novo pagamento do abono salarial para quem trabalhou ano passado com carteira assinada será objeto do Codefat.

A Caixa divulgou recentemente os depósitos no calendário do Pis/Pasep no dia 31 de março fechado para quem trabalhou em 2020 com carteira assinada. Agora os trabalhadores querem saber quando será pago o novo Pis/Pasep para quem trabalhou no ano-base 2021.

Anuncios

Isso deu uma previsão inicial. Os novos pagamentos do ano/base 2021 seriam em 2022, após o governo antecipar o abono para 2020. No entanto, o cronograma de pagamento do abono para quem trabalhou ao longo de 2020 com carteira assinada estava previsto para durar até o final do ano, todos os depósitos foram efetuados até 31/03. deste ano.

Pis/Pasep

Por isso, os trabalhadores que receberam o abono salarial em fevereiro e março de 2022 querem saber se o novo calendário Pis/Pasep para 2021 ainda cairá até o final do ano.
Quando a barriga cair no Pis/Pasep para quem trabalhou em 2021?

Agora o Conselho Consultivo do Fundo de Amparo ao Trabalhador – CODEFAT determinará quando os novos pagamentos serão liberados. Até o momento, nem a Caixa nem o governo comentaram sobre o novo calendário do abono pis/pasep para 2021.

Anuncios

Além disso, é provável que o governo não anuncie as datas de pagamento do abono até o início do próximo ano, com o salário de quem trabalhou no último ano, como foi o caso da divulgação do calendário deste ano divulgada em fevereiro.

Valor do Pis/Pasep 2021

Outro fator que ainda influencia o novo calendário e o anúncio das novas datas é o valor da conquista. Como o abono salarial máximo é sempre calculado com base no salário mínimo, o próximo abono terá que ser reajustado de acordo com o salário mínimo estabelecido para 2023.

Ao final, o piso nacional para o próximo ano deve ser anunciado em janeiro, quando da conclusão do INPC deste ano, estimado em 7%. A quem será pago o abono salarial? É elegível qualquer brasileiro que tenha trabalhado pelo menos 30 dias de carteira assinada no ano-base, desde que tenha recebido em média até 2 salários mínimos.

O valor do saque do Pis/Pasep é limitado a um salário mínimo ( R$ 1.212 hoje ) para quem trabalhou 12 meses e é calculado individualmente de acordo com o número de meses trabalhados. Além de o empregado ter trabalhado no ano de referência com carteira assinada, ele ainda tem que trabalhar para atender a outros requisitos, para ter direito ao complemento salarial, são:

Inscritos no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

ter recebido um salário médio mensal de até dois mínimos salários desde o ano base (2020);
exerceu Emprego remunerado de pelo menos 30 dias no ano base considerado para o cálculo;
Ter os seus dados corretamente declarados pelo empregador (pessoa jurídica) no balanço social anual relatório de segurança apenas informação (RAIS).

Esquecido do PIS pode ser resgatado
Mesmo com a realização dos depósitos há um mês, cerca de 500 milhões de reais foram esquecidos nos bancos dos trabalhadores. Segundo a Caixa, 500 mil pessoas ainda não receberam o Auxílio Pis/Pasep 2020.

Desse grupo, 71% eram servidores públicos e militares que ainda podem receber os valores do Auxílio Pasep pagos pelo Banco do Brasil . O restante do grupo é formado por trabalhadores do setor privado que podem sacar o dinheiro do Pis.

O prazo para recebimento do Pis/Pasep para ambos os grupos é 29 de dezembro de 2022.

Consulte o Pis pelo CPF
A consulta pode ser feita através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital, onde você pode consultar diversas informações sobre contratos de trabalho, salário médio do último emprego, horas trabalhadas e número de Pis ou Pasep.
A última atualização do aplicativo também incluiu a consulta do abono salarial, com o qual você pode saber se o empregado ativou o Pis/Pasep, qual valor ele tem direito, a data do pagamento ou o motivo pelo qual pode ter resultou em não recebimento.

O aplicativo CTPS está disponível para download nas versões Android ou IOS.

Veja mais artigos como esse:

You May Also Like