Retroativo de 1.100 reais do PIS/Pasep será liberado;

PIS/Pasep retroativo de 1.100 reais será liberado;

Milhares de brasileiros ainda não sacaram os recursos esquecidos do PIS/Pasep. No total, mais de 300.000 pessoas têm acesso ao abono de benefício do ano base 2019, mas demoram muito para resgatar.

Anuncios

O valor do abono esquecido de 2019 varia de R$ 92 a R$ 1.100 dependendo do Número de meses que o beneficiário trabalhou neste ano-base. O valor acumulado também impressiona: R$ 208 milhões ainda estão intactos e aguardam o pagamento dos advogados.

Planejamento do governo federal

O governo federal planejava utilizar o empréstimo retroativo junto com o calendário do PIS/Pasep para A aprovação das retiradas de 2022 não veio até o final de março, no entanto. A partir de então, os beneficiários passaram a ter direito ao recebimento do dinheiro com prazo até 29 de dezembro deste ano para os funcionários que atendessem às seguintes condições:

Recebeu salário médio mensal de até dois salários mínimos no ano-base 2019;
Ter vínculo empregatício com carteira assinada para empresas com CNPJ há pelo menos 30 dias, contínuos ou não, no ano-base considerado; Registrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
Ter os dados informados corretamente pelo empregador no relatório anual de informações sociais (RAIS)/eSocial.

Anuncios

Como consultar o PIS/Pasep retroativo?

Um Para saber se tem valores esquecidos no PIS/Pasep, o funcionário pode baixar o aplicativo Cartão de Trabalho Digital (disponível para Android e iOS). Com uma conta Gov.br, ele tem acesso às informações sobre os abonos na seção Benefícios. Outra forma de aconselhamento é o telefone 158.

Como resgatar o abono salarial retroativo?
Para sacar valores esquecidos do PIS/Pasep, o beneficiário pode solicitar à Secretaria do Trabalho e Previdência Social. O processo é viabilizado da seguinte forma:

Retroativo de 1.100 reais
Retroativo de 1.100 reais
fonte google

Como entrar em conrtato?

O funcionário pode entrar em contato com uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho e solicitar o pagamento do valor; ou
O funcionário pode enviar um e-mail para o endereço trabalho.uf@economia.gov.br e solicitar o resgate. Para isso é necessário alterar o uf pela sigla do estado em que está localizado.

 

Veja mais artigos como esse sobre retroativo

You May Also Like